Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 6 de março de 2014

Idilio sebastianista

Tres bilhões de possibilidades,
em um lugar distante:

bar ao lado do trabalho.

Sorriso de primavera esquecida,
explosão populacional.
Acho que o amor esta em coma.

Tubos de ensaio e proteses de dignidade,
uma estrela apagou
enquanto voltavamos para casa

ela era tão linda
e nunca retornaremos de onde paramos.

Como voce se chama mesmo?

Fascistas comedores de batata doce,
bailarinas simpaticas em demasia
uniforme de papel reciclado

castelo onde almoçamos carpas
enquanto um ditador compunha poesia.

E eu não sou poeta.
E eu não sou eu
E eu não sou meu

Lembra quando era quase magico,
ficar olhando a rachadura no teto do quarto

e pensar que podia ser um sinal?

Aquela estrela não existe mais
e o que ilumina o meu jantar

é só a explosão se propagando
dentro do infinito que se expande.


Nenhum comentário: