Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 6 de março de 2014

Carta engasgada

Acordei de um sonho estranho,
ela não me beijou ate onde pude chegar.

Andando em circulos aprendi sobre lugares distantes,
ela não entendeu a lição ainda

parece facil se voce entender,
que estou apenas tentando imitar a luz.

Horario oficial da pergunta,
ciencia do coração partido,
coração ansioso
e mais uma petição.

Ela nao entendeu que estou triste,
estou realmente triste...

Essa festa não faz sentido,
por favor volte ate o ponto
onde o futuro fazia sentido.

Acho que o perdão fazia sentido,
ilumine a saida agora:

Ciencia e progresso
tuso sobre a casa que projetei...

Me ame de uma maneira facil e sem compromisso,
bolsas sem responsabilidades estatais com o passado.

Oficial nazista e mulato
cão rodando em circulos
e latindo em um alemão vadio

Luneta sem visão, me conte sobre a ciencia e o progresso
eu nao sou ariano como a amante de seu amante,

dance como uma bailarina sem cache,
viverei como um georgiano marcado pelo diabo

nao me acuse
se apagar a descencdecia dele
talvez fosse apenas vitima
e não o filho de um lacaio.

Calem o algoz,
voz de estuprador oficial
voz de inquisidor oficial
voz de despida oficialmente de humanidade

Agora eu olho o céu,
um reich se levante na Ucrania,

seu avo mataria o arqueduque da Hungria?

Na praça o seu sogro trabalha,
suborno e violencia
nutriram o seu grande amor.

Eu sou a Crimeia russa,
nas ruas enquanto seu lobo dorme

te imagino voltando,
mas o seu flerte agora
é afilhado da morte.

Um comentário:

Maria Eu disse...

Porque é que nada parece fazer sentido?