Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Poema para Bela Vista

A noite rodava distante no céu,
quase anunciando a manhã que viria.

E o bardo ainda canta sua maldição
e diz sobre rum e poesia.

o céu goteja calor e inquietação,
faltam sobriedade e precisão aos passos.

Enquanto a noite rodeia as horas
e o céu em silencio apenas gira...

Pouco importa o bardo,
a poesia há de possuir
algum outro largado.

Só me interessa agora:

A razão
que te fez correr
aquela hora.






Nenhum comentário: