Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Epopeia romantica no paraiso artificial

Enquanto ladeio a rua e entrego as contas e os pontos,
cada bar e esquina diz seu nome,
pronome pessoal que quer dizer quem sou,
figura de linguagem que me expressa e canta.

Te vejo seguir pela rua, falo com teus amigos,
digo coisas sem sentido e tento parecer interessante
no momento em que te vejo me olhar
nao sei, apenas suspeito,

mas em cada passo faço e componho um medo,
minha sina é te olhar, tentar te entender
falacias ditas enquanto te olho apreciar um falafel

olhos cor de mel, camarada ela é maoista,
eu e meu terno cinza xangai, citando confucio
confuso com o que houve, ela é linda.

Desafia o materialismo historico,
desafina o marmore que se esculpe e tece a arte,
ela é saudosista. Seu beijo me faz sentir saudade.

2 comentários:

Bárbara disse...

Escreves imensamente bem, parabéns! Encontrei este blog por acaso e gostei. Vou voltar :)

Youssef Igor disse...

Muito obrigado! Volte sempre!