Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Caveira eslava

Estava frio, não fazia frio um bom tempo,
pensei em sair e andar, apenas andar.

O céu parece um cenario antigo de um filme,
enquanto as gotas caem iluminadas pelo poste.

Tarde azul escuro, nuvens de cinza chapado
e eu resolvi sair pois estava frio
não chovia há quase um mês,

e quando chove a noite
enquanto ando lembro das coisas com nostalgia
como se a umidade anestesiasse o tempo.

Não havia ninguem na rua,
olhei uma arvore,
outras arvores e outras ruas

Fazia frio, tomei um café e fumei um cigarro,
até ali eu não sabia
até ali eu apenas sentia.

A ponte,
de um ponto a outro
e alheio a isso o rio.

Chove e eu persigo uma ideia
sem a clareza do que isso possa representar

Nenhum comentário: