Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Nota de Ano Novo

Camaradas;

As vezes me pego reparando nos pés de uma ou outra amiga, moça simpatica que acabei de conhecer ou irmã de algum amigo. E como alguns são lindos...
Joanetes? Não há joanetes... Ufa!
As vezes uma cicatriz de infancia ou coisas do tipo.

Como é lindo o pé calejado da bailarina, como é linda a maneira que aquela moça do oitavo andar segue quando sai do elevador. Eu fico olhando, inventando assunto, puxando conversa. Chamo para jantares, passeios no parque, teatro, cinema... Mas eu quero mesmo é ser todo pisado por cada um desses pares de pés! 
Com alguns pés o meu delirio é tanto que seria capaz de tomar Vodka as margens do Danubio! Imaginem essa cena... Deprimente e brega não acham? Pois eu faria exatamente isso! - Risos.

Os pés são o encanto, a ligação desses seres misteriosos e esse planeta, feito raizes moveis transitando entre os dias, até sei lá esbarrarem comigo. Os pés são a solução, o restante alguns dizem é o problema, acho que o restante é a solução... Mas é quase sempre uma complicação.

É possivel se pensar todo tipo de pornografia relacionada a pés, por exemplo:

pés femininos no rosto com rum gelo e limão
pés femininos em tortas
pés femininos pisando no barro
pés femininos com detalhes comemorativos da copa

E pode ter certeza, se pararmos para pensar, ainda existem umas cem mil maneiras de se perverter e erotizar os pés. 
Mas o que me encanta é exatamente o pé, o que ele consegue dizer sobre aquela ou outra moça, a maneira como anda, como toca o chão, aquela coisinha tambem de passar o pé na perna antes de dormir. 

Poderia enumerar uma lista de musicas sobre pés ou com citação a pés, mas não farei isso, pés femininos sempre me lembrarão tango ou forró, pelas quantas vezes que me atrevi a tentar aprender, no simplorio intuito de vislumbrar um outro pezinho junto aos meus.

Lugares prediletos de um podolatra?
Vejamos; parques, praia e filminho a tarde em casa.

O tarado por pés é um radical, um ultimo, feito aquele japones perdido na 2ª Guerra, mas que só soube 30 anos depois que a guerra havia terminado, ronda casas, bares, algum sarau, sebo ou livraria, tá bem ali do seu lado, o sujeito de humor sadico e olhar confuso. Sou eu e pode ser voce, um padre, seu vizinho ou algum intelectual de esquerda. 

Esse ano fui um bom menino, bom moço jamais, cantei na rua com muitos amigos, acompanhei pessoas até suas casas, bebi com quem queria celebrar e com quem precisava ser ouvido, ouvi muito mais, escrevi muito mais escrevendo menos, me tornei maduro ao libertar minha criança interna. Acampei, não como as milhares de familias sem-terra nas BR's, tristes vitimas do agronegocio, acampei com meu pai, ouvi muito mais minha mãe, aprendi novamente a dar risada das mesmas historias de sempre do meu pai e das soluções pouco realistas para a realidade. 
Acho que fui um bom menino, mostrei o dedo pro Lobão - pelo menos ele tambem mostrou e sem nos conhecermos ambos rimos, cada seguindo para o seu canto. Critiquei o Joaquim Barbosa, ajudei a denunciar o trensalão - anunciando em voz alta a noticia no metro as 5 da manhã de um domingo. Fui para rua em junho, joguei pedra, panfletei, tirei foto, fui um bom menino, quando diziam abaixem as bandeiras, optei pela bandeira vermelha apenas.

Mediante isso,
reinvindico pezinhos mimosos para o ano vindouro!

Valeu a pena ter chegado aqui, desligo por alguns dias o aplauso, retornaremos a qualquer instante ou só em 2014.

Sem mais
Feliz 2014 a todos

PS: e o lava-pés quando é mesmo?

Nenhum comentário: