Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Poesia

O sacerdoce ao se despedir dos fieis,
o sacerdote se comporta como um boneco de barro.

Seus filhos legitimos, esposa e alguns bastardos,
sera que escrevo ou me guardo?

A duvida,o sol, o mar e o calor,
muita luz, toda a luz e alguns insetos

posso chorar minhas lastimas?
A vida só faz sentido

depois que se ouve o fado.
Escrevo ou me amargo?

Enquanto penso,
um infinito de coisas ocorre,

numa sala vazia por exemplo nada,
tenho comigo essa angustia.

Essa nausea toda deve ser escrita ou guardada?

''Só sei que fazia calor, eu permaneci olhando...
Era como se fosse feita de sol,

seu sorriso me viciou em luz.''





Um comentário:

Danúbia Ivanoff disse...

Vai poeta, linda metalinguagem! excelente...