Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 16 de novembro de 2013

45/25

Agora que nos falam de justiça
e nos dão circo, para acompanhar o pão,
a casa e sonhos que podemos sonhar.

Tua luta é gigantesca, ser o heroi
é saber por dentro:

ninguem salva o herói.

Jovem lider, velho articulador,
senhor de jogos marciais e politicos,
teorico do por que não assim?

Em uma cela agora repousa,
teus cabelos são poucos e brancos,
pela janela olha a paisagem
e se ve no reflexo:

um dia ja constou consigo longa cabeleira negra.

Cela 45 ou 25, diz ai pra qual te mandaram?

As togas ocultam o bico de quem
para outros, a todos bicava.

Assim como em Roma era,
aqui tambem em tese deveria ser:

Se tua pena é justa ou não - não sei.
Penso que era um projeto politico,

só me pergunto se ainda é...

Sou o tolo, o bufão, o circo que chega na cidade,
sou isso e sou dias de chuva, cigarro e anotações.

Deve ser dificil ser o herói,
por outros paga,
um feito
que tambem outros fizeram,

teu crime, é um crime do qual eles sairão impunes,
se é que cometeu de fato algum crime.

Eu olhos os predios,
caminho pela cidade,
vejo as ruas do centro vazias - feriado prolongado.

15 de Novembro, quartelada.
Golpismo legalista,
capitão do mato
jornais, revistas, partidos e tvs.

Eu te vi pela ultima vez, punho erguido,
subia uma escadaria,
já eram 19:30 acredito.

A ditadura midiatica fez seus primeiros presos politicos.

Nenhum comentário: