Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O primeiro filme.

O primeiro filme:

Samuel havia chegado ao Brasil coisa de uma decada, a vida inteira não foi capaz de solapar seu sotaque carregado de estrangeiro (mas isso pouco importa agora). Samuel assistia pela segunda vez um filme projetado - a primera vez fora uma semana antes de partir de sua terra natal, embarcada numa guerra civil.

Daquela segunda vez, não estava mais junto de seus amigos brigadistas, agora tinha ao seu lado a moça mais bonita da cidade Aldenora.
Seu bigode preto e alinhado, seu terno escuro e o chapeu preto de homem da cidade, olha um pouco a tela, um pouco os olhos de Aldenora, no intervalo disso devia pensar:

Na primeira vez o medo e a coragem, junto da bravura juvenil, o fizeram desatento ao filme, afinal era o sentinela noturno da Brigada. Agora por fim, assistiria um filme, mas como se Aldenora era a moça mais linda da cidade?

Samuel, teve filhos e netos com Aldenora, se conheceram em Camocim-Ce, mas e se ele pelo tivesse prestado atenção no diabo daquele filme, será que eu estaria aqui contando essa historia?

Nenhum comentário: