Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Breve Perfil de Pedro

Qual a flor?
Copo de leite,
esperem um pouco pensando bem,
acho que o nome é dente de leão.

E a cor, qual a cor?
As vezes verde,
depois disso quase sempre vermelho
e por que não as vezes branco?

Um heroi?
Os que eu crio ou os que ja se foram,
pouco importa, tanta faz,
anseio por um tempo sem herois
onde só figure a paz.

E o poema?
Esse suspeito seja viuvo.

Desde quando?
Desde muito,
mas só agora descobriu,
a poesia morreu.

E a musica?
A canção ficou louca,
a rima desapareceu
e o ritmo ficou
              ficou
              ficou
Até se perderem
                         as palavras.

E a mulher o que é?
O poema-radiografico,
emanando ondas de calor
e oxigenando os pulmões,
a mulher não sei,
sei bem pouco,
apenas desconfio saber.

E o Circo que tal o circo?
Magico, cigana e contorcionista,
roubar o espelho da mulher barbada,
fugir e fugir,
o circo é quando a praça ou o terreno baldio
torna-se centro e as luzes e a lona,
o céu mais lindo que o céu
com estrelas de 220w!

Que tal o tempo?
Disso não falo,
me chamo Pedro,
sou o relampago
ou pelo menos sua voz.

E os amigos?
Não sento a mesa com covardes,
sinto saudades de um tempo
de amor e luta,
palavras de ordem contra a ordem.
Sinto a crueza seca e falsa da realidade.

E a morte?
Um sono eterno,
no salão do horizonte,
até a guerra,
só os valentes,
acho que apos a morte,
dormirei ate a revolução.

E o Messias o que acha?
Um otimo mico de plateia,
caso não seja, hão de torna-lo.
Qual infeliz a fama de um homem
ao correr nas linguas da mediocridade.

E voce o que?
Eu me chamo Pedro,
gosto de dentes de leão,
palmeirense e solitario,
amigo do bar,
amante da humanidade
e as vezes sei lá.
Já amei algumas mulheres,
já estive em acidente de carro,
fui em festas que não lembro
e suspeito:

Ainda não vivi o muito,
mas tenho bebido o bastante.

Nenhum comentário: