Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 8 de julho de 2013

O amigo do povo

Fernando pode sorrir agora,
leu seu artigo para Matilda,
ele mostra orgulhoso que escreveu para o jornal.

Guarda-chuva e aspirinas,
boca seca e olhos no ar...
Ele bebeu a noite inteira,
Fernando está muito feliz,
cansado, mas dá pra sentir pelo riso solto.

Agora ele dobra o jornal,
de joelhos abre os braços,
não há luz, Matilda é um altar,

seus labios carnudos tecem preces,
Fernando espera que todas terminem em beijos...

Ele quer fazer comicio, palanque, barricada e o caralho todo,
sorri, fecha os olhos, abre os olhos e sorri novamente.

Matilda! Matilda! Põe a roupa que eu gosto!
Vem perfumada e enfeitada, vamos beber essa noite?

Agora é greve! Quinta-feira é greve geral!
Ve só, olha um pouco tudo isso!

O mundo arde, um golpe no Egito,
marchas e impasses diplomaticos,
espionagem, caguetagem e agora isso?

Matilda, olha para Fernando,
não entende nada do que ele disse.

Pede para que ele repita ainda uma vez,
no meio da fala Matilda lhe beija.

Fernando, as vezes é melhor olhar nos olhos de uma mulher,
que pretender tão somente a sua admiração.

Matilda te ama, não por ser voce o provedor,
Matilda te ama, pois no fundo, mesmo que seja
no exato segundo do beijo,
Matilda te entende, ela tambem sabe sonhar e existir.

Matilda não entende quase sempre, outras vezes prefere concordar,
ela te vence é pela razão, voce só perde pelo cansaço.

Fernando, fiz um poema para essa imagem,
foi lindo te ver lendo para Matilda...

Voce tem 52 anos, é funcionario da construção civil, preto e pobre,
voce vai na umbanda e se benze em encruzilhadas,

Matilda tem catarata,
caso não tivesse pouco importaria,

Matilda é analfabeta.

Nenhum comentário: