Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 6 de julho de 2013

Cosmonauta

Estou muito mais proximo agora,
minha dor parece uma antiga canção,

as vezes a saudade me faz lembrar a letra,
essa é uma canção que já não sei cantar.

Agora vamos lá.

Eu tenho que dizer isso agora:
sol de algum dia,
sal que ilumina e acaria com calor e sorriso,
eu quero um pouco disso agora,

alias acho que poderia ser mais tarde.
Mas agora já não me importo em ser o rei,
enquanto os cegos assobiam
na varanda um anjo me chama...

Ontem eu era capaz,
era tão vivo quanto uma arma letal,

meu coração se despedia com sorrisos,
meu sorriso era uma lua repleta de recordações

Digam um nome agora,

adoraria me embalar no som que tece aquele riso,
firme composição onde o sol
deposita alguma inveja,
há mais luz no teu sorriso
que luz no universo,
ela é um sorriso solar
tempestade de ondas que banha inclusive o sol.

Eu não sou o heroi,
por favor me salve,
já que não sou mais o heroi,

ela parece tanto com voce
ela parece tanto com voce

eu te amei primeiro
eu te amei primeiro

ela parece tanto com voce

eu serei bom o bastante,
ela te copia,

agora é a minha poesia,
agora é. Isso é, agora
acho que entendi,

ela parece tanto com voce,

a vida é violenta como um dia
onde tudo parece igual,

já que não sou o heroi,

pode me salvar,
ela parece tanto com voce...

E eu te amei primeiro,
não sou o heroi

ela te copia,
a poesia agora é isso;
pois ela,

ela parece tanto com voce.

( Acho que entendi agora)

Nenhum comentário: