Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 13 de março de 2013

soneto VI

Rouxinol da aurora
quieta canção venha me cantar.
O tempo da maldade já se foi,
me traga os sonhos, trafique a volta.

Cercarei ainda uma vez meus olhares,
prometo me olhar, evitarei tantos lugares.
Inflamarei o meu pulmão de vapores vulgares
na ausencia da primavera, a beleza irei arrendar

um terço de vida darei ao alcool
outro tanto ao tabaco e a loucura,
pois o grito é a resposta do tempo

voce é aquela parte do mundo
que não pode ser a rua escura,
te chamo: sol. Ainda é a luz em tudo.

Nenhum comentário: