Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 13 de março de 2013

Soneto IV

Tua mão sente a ausencia do toque quente, da minha mão febril?
Teus olhos brilham e teu coração dispara se escuta tocar Lennon?
Tarde dessas eu chorei, me peguei lendo,
um verso banal, coisa pouca, que eu te fiz. Era abril...

Sei que nunca mais te encontrarei,
vulto de um tempo, brisa crepuscular.
Teu nome comigo eu guardo,
essas coisas todas, inteiras comigo levarei.

Seu sorriso é o sol de Março,
canção perfumada pela iluminosidade,
Comigo foi assim e por isso essa saudade

Dia desses ainda crio coragem,
acabo batendo na porta da ante-sala do teu paradeiro,
só pra dizer: dos amores que amei, voce foi derradeiro.

Nenhum comentário: