Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 23 de março de 2013

Feliz Aniversario

Parei um pouco no tempo noite dessas,
dentro das lembranças recordei as rosas,
em cada passo investi um ponto seguro
ao me certificar de que não m guardaria em espera.

A chuva fina eu percebo pela luz amarelada
dos postes daquela rua onde nos beijamos.

a mais azul das canções, decora o quarto escuro
onde a trsteza faz sala para a solidão,
enquanto repara nos cinzeiros cheios, nos copos e garrafas.
Parei um pouco noite dessas, comendo meu milho enlatado,
que comprei no mercado pelo caminho do centro ate minha casa,
a luz baixa do abajour, o som de fundo por conta da TV.

Nos jornais e radios, noticias e amenidades,
fumando meu cigarro ate a varanda,
eu olho o céu e vejo as luzes da rua acesas,
a cidade dorme, como dorme as crianças e os cães,
eu apenas olho o céu e suponho
seu corpo em cada constelação.

Não existe mais bonde, não há mais quarta-de-cinzas,
contudo ainda haverá ressaca, amores possiveis e provaveis,
com isso eu só consigo pensar:

Em uma noite como essa, voce esteve em meus braços,
meu espirito girou junto aos seus olhos,
feito a vida fosse mariposa e a lua que é tua mãe fosse farol.
Em mim não há sol, apenas chuva, apenas chuva fina e a ilusão,
em noites como essa diante do universo cogito o que pensa,
se fuma escondida na lavanderia para tua filha não ver,
se esta feliz ou apenas segue torcend pelo há de acontecer.

Essa noite é o teu aniversario,
ao redor de seu corpo doce e quente, outros braços,
já não cabe o meu abraço de amor,
sobrou pouco, muito pouco para quem passou,

mas ainda t suponho comigo,
muito embora eu saiba:

tua lembrança é a seta
que me faz ferido.

Nenhum comentário: