Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Soneto de Verão

Por favor, a esta hora já recebi sua noticia,
loucura pensar que como um trovão de sal, culpa e argumentos,
minha dor seria causada por sua loucura, não ouse supor,
não ouse supor, que minha dor é fruto de sua tortura.

Seu sorriso de laranja e sol, feito um dia inquieto,
dentro de uma lagoa de recordações infantis,
não há nada em mim que seja seja seu, já não há nada em mim,
assim os barcos seguem para um ponto que ignoro, inútil saber.

Então uma arvore dará frutos ainda uma vez,
 infalível dialeto das estações, o vento cantara,
ao poeta restara o canto como ao mar resta o marujo.

Sim, já recebi a noticia, esta morto o tempo dos sonhos,
meus dentes não morderão mais tua carne branca e primaveril,
já é de outro, nunca te quis minha, no entanto quis ser teu.





Nenhum comentário: