Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 4 de novembro de 2012

Vicio

Eu tenho em muitos copos bebido,
a dose necessária para a vida,
em meu copo e em outros copos,
o necessário para o que se tem visto,
diluir o dia, engordar o espirito, se envenenar de poesia.

Tenho comigo isso,
tenho comigo um sol nascendo em cada silaba,
em cada sonoridade, o vestígio vertiginoso
de uma antiga canção chamada saudade

Não se pode ter tudo, não é mesmo?
Então, restam sempre os sonhos,
para quem volta as cinco da manhã do bar,
cabeça girando, quer explodir no sorriso forçado,
quer menos luz, quer beijar a lua e brilhar...

Tem poesia nova, sim eu sei que haverá,
outro amor, outro filme, outro lp comprado,
não tenho comigo mais o que eu sou,
acho que eu era, e já não sei...

Descendo essa rua, estojo e papeis,
contas a pagar, na cabeça o sonho,
no peito a canção, nos passos a poesia,
ja estive do outro lado dessa rua,
se hoje já não nos encontramos,
tenho comigo isso, esse vicio em te esperar.

Nenhum comentário: