Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Invenção litoranea

De todas as formas de amar, que se amou, já amei
e todo o pecado é meu, alguns pecados eu mesmo inventei.

Então espera um pouco mais, senta aqui, gasta essa calma,
gosto tanto de me gastar, tantas vezes já me dei, sem importar,
chorei, bebi, dentro da noite, procurando algum lugar.

Então escuta um pouco mais, não sou o mesmo em cada beijo,
mãos dadas, poesia ou gole, partiu de mim aquele lá,
seguiu sem mim, junto de tantas outras por quem vivi .

Não deixei de ouvir nenhuma das vozes que já escutei, 
pois em todas elas o timbre em comum, reluzia amor.

E era amor, em cada estagio, em cada processo,
em todos os amores que amei, buscar o amor foi a causa-crime, 
flagrante delito cuja sentença mais alta é viver.

Das dores não me queixo, 
com elas se aprende a apreciar as lições mais fáceis.

De todas as maneiras de amar, amei
e meu foi o pecado, eu o inventei.

Nenhum comentário: