Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Reencanto

Então você me disse um dia:
Meus sonhos não se permitem realizar
então fiquei triste e senti a noite chegar...

Se eu ainda fosse jovem,
ao menos como quando joguei algumas chances fora...

Houve esperança, cercamos um ao outro com o olhar,
detemos por algum tempo aquilo de que os sonhos se nutrem

então você carregou a luz nos olhos,
os mesmos olhos que guiaram com sorriso e graça
o que em minhas mãos já deve estar escrito e não quis ler.

Tenho comigo cada almoço, cada data
e detalhe, num entalhe perfeito e colorido.

Deixo até seguir, seja como quer
e se o que acontecer, só tiver que ser antes de se permitir

olho muito alem e vou junto de ti
faz o céu abrir, deixa o sol brilhar

qualquer dia vou, mesmo que só pra contar
como foi seguir, depois de você...
Sem você ( agora é quase sem mim)

Vou deixar correr, me distanciar
não pode ser só, o que é feito par

e se fizer sol, desses pra queimar,
desculpa se eu for aí, só te visitar e
é só, sou eu, depois de te amar...

Vem ver, adiante de mim e dentro de nós
os nós e os sorrisos, feito um desaguar e

como sofrer? Se a esperança me faz crer
que ainda vou te achar então vou te ler

e sim, algum dia eu prometo te eternizar,
alem das paredes de um quarto, muito alem do mar

no assalto de mãos dadas, onde a vida quer
e se for pra ser, deixa acontecer,
meu dia, minha vida e o nosso caso...

sou mais festa, e sou mais eu,
te encontrar, foi me achar feliz sendo seu.
E onde me quiser, saiba que minha vida quer
junto da sua, ser sol, verão, calor, tarde, noite, março e chuva

Meu amor é muito mais meu
pois minha vida é sua

Então vai nascer, deixa o céu se abrir e o sol brilhar
qualquer jeito eu dou, só pra te encontrar

e faço por bem, muito mais que saber,
só me faz sentir: eu quero você...

Pois é horas adiante um verso
o universo a se expandir e cantar
o canto que fiz para te reencantar...

Um comentário:

brz disse...

além tem acento! não?

muito boa, parabéns. está no caminho certo poeta, seu fingidor!