Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Bardo

Ele escolheu sair noite dessas,
sorria como um bardo
firmado em canções e vodca

Dançou dentro da noite e ouviu a canção
ele é sua própria canção
ele é quem canta
ele é quem canta

Uma rua qualquer
até o sol nascer

Uma noite qualquer
e morrer parece tão prestigioso

Mas nunca foi como dobrar a esquina
uma canção para morrer e duas a mais
ele vai cantar sua vida e a minha e o mundo

Uma noite qualquer
ele tem o sonha
como um sonho apenas
e um sonho apenas ele cantou...

Pois toda embriagues faz qualquer
esquina ser moscou
ou qualquer bar parecer medelin

E ele apenas escolheu sair certa noite.