Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 31 de maio de 2012

O Velho

Eu quis entender tudo, sabia pai?
Seus motivos e suas risadas
mas eu ainda sou o filho, um dia serei o pai...

Não serei o seu pai, que é o meu avô

Consigo me ver nele
muito mais nele que no senhor

Eu quero mudar o mundo com o meu sorriso
mas você sempre me diz que esse é um sonho
que me fará chorar e enlouquecer

A sanidade é tão suja e concreta
quero gastar meus dentes
no rastro da estrela que desconserta

Sabe meu velho, eu não sou como você é
sou como você já foi um dia

Mas pretendo parir-me continuamente com essa poesia
que os sonhos gesta e os sonhos expande
sem arreios ou medos que me castrem ou acordem

Eu quero sentir tudo de uma vez só
nem que a existência custe o segundo exato
onde a curva me expele e dá um nó

Você me diz com o tempo passa
mas eu sei como quem sente
que o desafio que é presente
sempre se mostrará
e é com esse sonho e minha poesia
que a vida cuidará em combater

Sinto saudades de você aqui
seu riso trancado e seu olhar severo e voz calma
do nosso rum quando chego do trabalho
do seu jeito de falar de politica
como quem fala de outros fatos

Me empresta esse jornal
o caderno de economia e
a parte dos quadrinhos

Sei que nunca leu minha poesia
sequer concorda comigo
mas quer saber não sou você
mas sei que apesar de tudo
você é sempre o primeiro a me defender

Sinto sua falta e da maneira como ri da minha barba
quero chegar amanhã e te abraçar
tomar uns copos sentar na sala

E te perguntar, como é que foi?
Como é que tá?

Dar risada da sua bronca com meu vocabulário
ou de como eu gosto de sonhar

Eu não sou como você é
mas sou como você foi um dia

Teu exílio é hoje e aqui
o meu será essa poesia

Nenhum comentário: