Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Eva Braun

A ilusão teceu suas redes,
fios de sonho permeando o sono das manhãs

Em alguma cidade distante
entre as horas expressivas de um dia

O sol feito holofote produz a luz
que a vida dissipa em cada pegada ou olhar

Expelindo sonhos que rodopiam líricos cerebrais
a junção de uma fantasia que já se foi

Um sonho repetido
diferente demais cada vez que se sonha

Me deito no tempo e sinto o passado ressurgir
muros partindo na urgência de minha exigência real

Estrelas passam cósmicas alegorias do ser e estar
Estrelas passam como seculos antes passaram

A ilusão teceu suas redes
meus lençóis te reclamaram
mas já não existe mais você

Eva Braun de agora 
até outro semestre te chamavam Yoko.





Nenhum comentário: