Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 12 de maio de 2012

Cura

Incerto pelo que devo sentir
ou mesmo se devo sentir algo
Agora começaram as horas
elas passam por mim e te encontram
se dispersam e iluminam o vazio

Iluminando o passeio até o retorno
imagens que figuram como prazer
mas são apenas mentiras e nada

Ninguem ouviu
ninguem ouviu

Pontos de cor distantes no amanhecer
não posso descer mesmo se eu quisesse

Seu cabelo com vento se move cheiroso
seus olhos claros e mínimos pelo clima e vapor

Segure minha mão estou fora do bar
Você me olha enquanto conversa com alguém

Me reconhece e até sorri sem jeito quando me vê
seu cabelo claro e as mechas escuras meu cigarro barato
todo o meu vicio transfigurado em sua cura...

Nenhum comentário: