Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Ao dia dos Cravos

Segura o teu sogro
que hoje eu vou passar
guarde teu homem
que eu vou gritar teu nome!
A festa da liberdade
não espera avenidas
toma cidade e campo
faz a rosa inventar a poesia
De um cravo insubordinado
nasce melhor por libertar a vida
e isso é o meu verso
Essa é a minha vida chora teu choro amargo
que a liberdade hoje é vermelha e
lá das ruas vem o canto dos cravos
Gestam noites e parem os dias
a genialidade que é sonhar uma canção
que é um canto que quer ser liberdade
Toda rosa quer ser cravo
e todo cravo quer sua cor
pois vermelha é a liberdade
hasteada feito o sol irradiando o amor.

Nenhum comentário: