Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 29 de março de 2012

Mulher Triste

Como é linda a mulher que sabe ser sozinha, com sua penumbra de solidão noite adentro pelos bares do centro, sentada em banco de estação, pegando o ultimo trem para um destino que apenas supomos. Como é linda, pois são lindas as nossas suposições, as armadilhas do nosso pensamento, as esquinas de nosso delírio...
São lindas as mulheres tristes, não somente pela sua tristeza, aparente em um sorriso tremulo, mas pelo que imaginamos ser a razão de sua tristeza, o passado que condena ou absolve, o perdão não concedido ou o pecado por ser reparado,  feito um fardo ostentado na maquiagem forte para enganar um pouco a melancolia que transparece entre um gole e outro, o trago seco do cigarro que tece sua cortina de mistério enevoando o imaginário de quem a observa. Ela torna-se linda ali parada, calada para qualquer resposta que seus gestos possam responder, cada minuto ali sozinha, sem a figuração de um amigo, namorado, noivo ou o que quer que seja, na urgência de uma ultima hora, seu desespero gasta mais os outros que supõe ela gasta pelo desespero, por isso é linda uma mulher sozinha, por isso é tocante uma moça no bar, por isso são sempre intocáveis e inacessíveis demais.
Mulher triste é feito estrela, com um brilho que encanta e embala fantasias, mas sempre distante, distante demais, elas tem o encanto maduro da quarta de cinza, o charme antigo de Edith Piaf e a nostalgia de uma antiga canção de amor dos anos 40.
Elas são lindas, não pela beleza, alias a beleza nelas passa por algo que hoje está em falta, não é palpável e nem tão em voga, um mulher triste é linda, pois nela vemos um pouco como somos com elas, são lindas pois as olhamos desarmados.

Nenhum comentário: