Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 15 de março de 2012

Etc

Eles construirão uma cidade sobre nossa ruína
onde estivemos esse verão não importa muito
o outono está a porta e nos pergunta em vão
sobre aquele mirante de onde observávamos o mundo

Noticias antigas se repetem como querendo alcançar
Em uma outra cidade e nos novos planos que arquitetei
onde estivemos esse verão não importa muito

não me importo com qualquer pergunta
que apenas eu ou você possamos responder por nós

Eles construirão um memorial em nome do que esquecemos
Como eu sei tão pouco sobre essas novas técnicas
não tenho como encontrar o que eu toco agora com saudade

Eles construirão um templo e uma avenida com seu nome
segundos antes de instituirmos o ateísmo oraremos por isso
estenderemos nossas bandeiras e sua foto será esquecida
Comporemos um hino e pouparemos seu nome nos créditos

Engraçado mesmo é uma piada do tempo chamada passado
e você ensaiou euforia mas não contava com a musica triste

Construirão uma placa onde estará gravado o seu nome
mas não poderemos ver pois arquivamos esse caso por ora

Fecharam a janela onde se podia observar a esperança
mas as crianças ainda cantam sobre nós dois enquanto sonham

Engraçado você simplesmente esqueceu disso tudo não é?
Mas quando eles voltarem as lembranças virão na maleta

Feito um utensilio eficaz de tortura e morte pois o tempo mata
e quando não mata sufoca com suas cicatrizes revisitadas

Seu cabelo castanho claro e seus olhos claros de verão
um dia em algum outono ainda voltarão para atrapalhar
Rezo para não me alcançarem infeliz em casa sem condições
e é por isso que lembro: você não esperava a solidão

Nenhum comentário: