Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Um minuto

                         Dentro de um minuto esquecido
como um pingo de chuva envolto na tempestade
                                                   digo como todos dizem
                                                   as palavras que inventamos para a eternidade
                                                   mas agora as digo para repetir o seu adeus
              e uma bandeira se ergueu em silencio
                                  como um luto 
                                  sem luz ou esperança

Apenas uma marcha e outra vez mais uma marcha
                                                                nosso sonhos
                                                                agora são minha dor
                                                minha dor 
                                 minha dor
                 minha dor

Eu estou em uma torre
                          estou tão distante e quieto
                          como uma gota
                          cercado pela tempestade
a chuva tem o seu nome 
                                    e o vento o seu perfume
você esta triste eu soube
                       eu estive triste um ano inteiro
                       e você  não se importou com isso
Como uma tempestade em meus passos
                 agora acho que a chuva alcançou seu quintal
                 e é tão triste mas aqui meu coração em primavera
                                                               já me tornou verão
                                      e isso era o final
                  mas acho que
                                      houve um desencontro
                                     quando acabou para você
                                     continuava para mim
                                                     e agora que acabou em mim
                                                     em você esta aconteceu uma reprise

Um comentário:

Bruna Ileek disse...

Que incrível! Eu realmente gostei! Senti uma breve semelhança, não?! Como pode que sejamos tão parecidos e tão diferentes?
Aplausos ao meu poeta favorito!