Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 19 de fevereiro de 2012

1 coisa

Meu sorriso quer ser canção
enquanto sonho quero ser canção
e a canção está no sonho
como um homem que anda apenas pela cidade

uma coisa pode ser outra
e ainda ser a coisa inicial

um homem não é uma coisa
mas ser homem está na condição de ser as coisas
                                  quado somos
                                                      somos tudo
exceto quando somos homens ai somos homens

                              No ônibus lotado
R$ 2,90 para ir e R$ 2.90 para voltar
                               ainda sou homem
                               mas também sou passageiro
                              e também sou
                              alguns reais mais pobre

Nada é uma coisa só
                                e sendo uma coisa só
                                é também todas as outras coisas
                                                          pois não sendo
                                                         existe ali a possibilidade de ser
Eu por exemplo as vezes sou um sonho
e no sonho as vezes quer ser canção
mas sendo canção sou sonho
e sendo sonho também sou canção

Assim quando fumo meu cigarro andando pela avenida a noite
                                          sou a noite
                        sou o cigarro
                                          sou a avenida
e tudo o que o cigarro, a avenida e a noite significam para mim
                                   eu também sou ali
               pela avenida                            com meu cigarro
                                     durante a noite

Meu sorriso quer ser canção
samba que embale o bloco

                         Bala de euforia
parindo a criação

Um comentário:

Alberto Machado disse...

Nós somos o que comemos e utilizamos.