Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Cosmonauta IV

Eu fumo meu cigarro e mexo em minha barba
é isso mesmo não tem você aqui.

Pego mais um Carlton e arrasto minhas botas de Cash
parei uma vez naquele bar, quando você me deixou
perdi tudo, a dignidade,o respeito e 7 kg.

Eu estou aqui como deveria estar agora?
Acho que passou, nossa historia parece um comentário alheio.

Barba grande e óculos de sol, tenho uma lista amassada no bolso
e não consta mais o seu endereço ou seus telefones
paguei por um novo método cientifico,
pretendo entender todo o processo
numa manhã nublada quando voltar, estarei ok com isso.

Acho que passou, todos entenderam quando eu apareci na festa
e os poucos que me viram sair sozinho daquele cinema antigo
dizem que eu já não era sem cor como a película
as cores escorrem por meu cabelo e a fumaça do cigarro,
não fosse o verde oliva do meu terno maoista
e o traço grave dos meus óculos de sol,
quando nos encontramos naquela estação,
você também teria percebido
você sequer me reconheceu...

Com meu Montilla, gelo e limão,
escuto alguma canção antiga
e nada aconteceu dessa vez,
como eu esperei por isso
e agora como eu estou gostando do que acontece.

Eu a amei primeiro e senti aquilo acontecer
cruzei a rua e ao dobrar a esquina o vento soprou
o farol abrindo atras do meu caminho
passos seguido por outros passos...

Faz um tempo eu passei ai para te dizer
mas não pude perder aquele trem
não sabia onde tudo me levaria
ainda estamos distantes e acho que é definitivo
animais fora da jaula e crianças em um parque temático

Uns tantos lugares e algumas noites
nenhum livro foi escrito ainda
nenhum livro nos mencionou
você não leu a bíblia...

Eu a amei primeiro
fui o ultimo a sair da sala.

Com meu casaco maoista
e meus óculos de sol,
pois fazia sol naquela manhã.

Mas agora acabou e lembre sempre
algum dia você vai se importar com isso
e quando isso ocorrer saiba: eu a amei primeiro.






Um comentário:

De12f disse...

Um poema sem esperanças cinza e avesso...