Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Porquinho fardado

Eu sei muito bem como é ser como voce
noites dormindo enquanto a noite acontece
mas eu sou pop demais para tocar no seu radinho AM
cabelos grandes e sotaque estranho demais
noites dormindo enquanto a noite acontece
eu sou rock and roll demais para tocar no seu radinho AM

Cinema europeu para enganar as garotinhas
pseudo-isso,pseudo-aquilo
nada, nada, nada, nada
voce não sabe sequer seu nome agora
pseudo-isso
comentarista da luta de classes
nada, nada, nada, nada
voce sequer leu um romance do tolstoi

e eu sei muito como é ser como voce
afinal eu devo ser pop demais para tocar no seu radinho AM
mentiras e ações covardes
mas eu cuspo na sua cara e vou em frente afinal
todos tem cedo ou tarde
aquilo que merecem

enquanto isso eu canto para sua namorada
nada.
nada.
nada.

Afinal o neoconcreto deve sujar os seus ouvidos
bem treinados com o pop alternativo e
toda a legenda trash e comercial demais
pseudo-humano eu não quero ser como voce
pseudo-homem tenho odio de seus passos
pseudo-passo em um pseudo-caminho
ouvindo pseudo-bandas
tocando em uma pseudo-guitarra
suas pseudo-composições

Porco
Porco
Porco
Filho de porco fardado
enganando com pseudo pedagogia
sem distintivos entrando em ações as escuras
na calada da noite não você não é
o filho da classe operaria!

Nenhum comentário: