Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Paz

Me deixe em paz ela dizia
vou te deixar eu disse um dia
e ai a deixei em paz certo dia
agora não adianta mais ligar
não vai mais adiantar se por em frente
da rua ou da rua trabalho me ligar
E seja como for é assim que é
como começou pois bem e era assim
seja por fim apenas o fim
É o final do bem meu bem
e bem alem nós fomos
quando alem do mais
não há mais nada 
que o vazio nos incomodando
morando na alto da rua
o velho triste e pobre e só
apenas vê da minha janela o vapor que eu faço
enquanto espero abril ou março
eu marco as folhas e guardo jornais
recorto fotos e refaço o chão
com poesia e uma canção 
dizendo que é sobre ela 
é para ela a poesia
que desce da janela e troca as roupas
para entrar naquele samba
que ela deu mas não me convidou
é isso mesmo e sim isso dá medo
e faz tremer agora eu creio
só pode ser amor
e se não for
seja o que for
é amor
é amor
é amor
não cabe na métrica mas
quanto mais eu disfarço
mais eu peco e falo
quando é assim
eu sei 
só pode terminar em sim
pois é sim 
é amor


Nenhum comentário: