Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Tritão

A esperança é uma arma
se correr ela pode te ferir em seu salto
nunca esqueça disso
eu nunca esqueço disso
Quando se é o ultimo
pode ter certeza
 uma tripulação não se compõe assim
se você é o unico você é um naufrago
escombros não são embarcação
e praia nunca será porto seguro
Enquanto as luzes rastreiam o que se deixou
estamos entre aqueles que a maré
não deixa alcançar o outro lado
enquanto os olhos se marejam e a pele mofa
existe um fio
separando a realidade da agonia
Exceções a deriva
as cartas postas numa tabua que boia
A esperança é uma arma branca
corra com ela e sentira seu peito lançar-se
ao pressentir seu salto agonizante
ninguém pode entender isso
mas quado se esta só
lembre-se um único marujo é um naufrago
e escombros não são
e sim ja foram uma embarcação
não se chega a ponto algum
quando seu porto é uma praia
e sua canção de parolá são gritos de socorro
o sol em alto mar não hasteia velas
a deriva sem ninguém pra te achar
será mesmo que alguém quer te encontrar
A esperança é uma arma branca
nunca se deixe correr
se a esperança é sua unica embarcação
lembre-se sempre que quando ela salta
você vai sentir seu peito expirar...

Nenhum comentário: