Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Pantominia

Você pode combater a sinceridade com a derrota
todas as regras foram sujadas por sua hipocrisia
eu não consigo entender seu universo de respostas
um discurso vazio enfileirando as horas do seu dia
outro amor floresce entre farsas e eu assisto a tudo
como  aquele que apenas passa entre todos os mundos
Nós nos perdemos em uma visão turva e amarga
apague meu mundo agora que não faço mais parte disso
enquanto converso sobre estrelas e álcool
a vida empunha uma antiga bandeira melancólica
não é apenas dor também são os fracassos
Um jovem desfila sua agonia dentro de um copo que não seca
desfeitos os preparativos
e eu sei agora de uma maneira triste e solida como tudo dói
apague meu mundo por favor
pois estou fora do seu universo agora
Com um entulho boiando entre as relações diárias
a perpetua dor se ofusca diante da solidão
eu sinto falta do amor que parecia haver
nunca se esqueça das minhas palavras
elas podem ferir mas nunca te alcançaram realmente
estamos em um nível estranho
nenhum animal pode me entender enquanto eu sigo
palavras inalcançáveis aos olhos quietos
Sim eu perdi o seu amor
e como o amor faz falta agora
nenhum coração animoso irá compreender o som dos passos
quando se esta perdido e a procura parece não existir
como se tudo perdesse um pouco a cor agora
o encanto da eternidade se perdeu
Saiba que minhas palavras podiam te ferir
mas você parece inalcançável agora
e eu perdi o amor
não o seu amor inalcançável agora
eu perdi apenas aquela vontade de amar
todo o encanto se perdeu
e eu suspeito que esse encanto seguiu junto de você...

Nenhum comentário: