Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 27 de novembro de 2011

Falando coisas

Vou com minha poesia e só
para comprar cigarros e me dar um nó
pode ser na garganta
mas me serve melhor na alma
interrompendo o lirismo
atravessando a via publica
em pleno horário de verão
dentro da noite que tarda e cai
Tem quem navegue em mar aberto
eu me descubro mais
assim cantando minha dor
eu canto melhor eu acho
um canto que é para ser feliz
Tem todo o mundo comendo carne
tem todo mundo comendo vegetais
a gramatica me faz engolir virgulas
e apostrofes e profecias variadas
sobre o final do mundo 
no próximo quilometro da BR
letras de neon embaçando a visão
colorações noturnas tomam gestos femininos
eu não posso digerir os escombros
portanto não os consumirei assim ás garfadas
contudo é tudo um flerte
e o mundo uma convenção de morais antiquadas
bole na poeira dos tempos
e sacode com ira e paixão
os dias que vem são de chuva
façamos
maior o verso
e a vida
e a lua
e as luzes
e as pessoas que passam
e olham 
e te deixam mexido
e mexem mais
e nunca se sabe bem
mas quando percebe se esta ali
ficamos estaticos
parados
e mudos
diante do brilho
e da fascinação
a admiração das horas incluso no tempo
 fala o que você falou fala
o que voce falou
fala o que
voce falou
fala o que voce
falou
fala o que voce falou

Nenhum comentário: