Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Como vejo o Brasil hoje

A questão é a copa e a olimpíada ou a disseminação de greves, manifestações, no mundo e no Brasil?
Crise econômica e polítca na Europa que ninguém quer resolver e o Brasil, que sempre foi o país do futuro é o oásis no presente dos investidores internacionais. Para os brasileiros está cada vez mais se tornando o país do passado; do Estado penal, com recrudescimento da vigilância e segurança , vide aumento dos concursos para polícia e o aumento de empresas paramilitares. As milícias estão, por incentivo das forças políticas incentivando a tomada do controle do tráfico de drogas no país e já controlam 55% do mercado no Rio de Janeiro.
Os movimentos de direitos humanos, anti-fascistas, de minorias têm sido perseguidos pela mídia corrupta, pelos canalhas racistas e pelos obscurantistas religiosos que cobrem com o véu estupidez a população oprimida e marginalizada.
O Estado cresce em força com incentivos fiscais e investimentos e,além da expansão do aparato repressor, expande seus lucros e os neoliberais agora ajoelham pedindo planos de austeridade.
As drogas que são um dos pilares do enriquecimento e do genocídio da população jovem ao mesmo tempo é , também , ao mesmo tempo, a desculpa dos moralistas à ameaça à família , mas o fundamento da sociedade há um bom tempo é apenas o consumo vazio de coisas desnecessárias que rapidamente tornam-se obsoletas.
Nunca o futuro foi tão desnecessário, e o medo permanece firme como a arma dos covardes.
Acontece que o silêncio dos bons, a ingenuidade dos estudantes e o sectarismo dos antigos dificulta o combate a este cenário panoramicamente preocupante.
A educação não existe mais como força transformadora, as escolar são apenas redutos e depósitos para acostumar os jovens con o encarceramento e a disciplina para o trabalho submisso; acontece que a juventude só se submete à aparência e aos sutis mandamentos do consumo e da manipulação hedonista.
Vemos muito apoio da classe média à repressão das greves em obras do PAC e das Universidades. O governo pediu, ainda ontem , que o google censurasse todos os videos de protestos no youtube, internet que hoje , de arma de mobilização instantânea também é forte braço de controle e repressão.
Acredito que a tendÊncia é de piora nas condições de vida da população, apesar do crescimento econômico, e aumento do papel do Estado no cotidiano no que tange a repressão, ao controle do tráfico da influência internacional crescente do Brasil, e do incentivo a intolerância.
Devemos organizar-nos para poder enfrentar esta imagem com possibilidade de sucesso em mobilização e propagação das idéias humanistas, revolucionárias, libertárias e anti-fascistas para retomar perspectivas de mudança social a médio prazo e , assim, poder influir nos pelegos movimentos sindical e demais movimentos sociais burocratizados.

Nenhum comentário: