Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 29 de outubro de 2011

Simio

Eu ouço o passado soprar dentro de latas
como uma recordação falindo os projetos futuros
eu parto os olhos entre jornais esquecidos
pedaços de dor dançam pequenamente em minha alma
lentos passos ensaiados numa chuva que se aproxima
bares e amigos enfeitam o medo de se estar sozinho outra vez
como alguém que entre outros é apenas aquele que segue...
Levanto as velas acesas pela auto-confiança
ciente que a esperança é um brinquedo
sem atrativos aparentes
onde as falhas decaem em moinhos torpes.
Enquanto o mar se volta contra seus lacaios
eu ouço bajuladores da irritação se insinuarem
em trajes ricos de amor falso e destrutivo
sim eu já sei jogar alguns jogos
reinventei as regras para perpetuar meu esquecimento
escrevi nomes de mulheres aos milhares
para matar o orgulho eu apenas escravizei minha dignidade
condicionado em substancias bruxas e sonoras
eu espantei os dias com a arrogância de um apaixonado...
Muito obrigado por me fazer esquecer o mundo
depois da calmaria agora a tempestade me faz ver
que enquanto eu esquecia o mundo a vida quis me exilar
e isso nunca foi uma ideia que cortejava a alegria
sequer foi amor quando voce disse me amar...

Nenhum comentário: