Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Institucionalizar

Eles tentara me institucionalizar
com quartos e paredes estofadas
comprimidos e soro nas veias
mas eu não o tipo clássico de herói
sequer sou um herói em meu tempo
meu tempo não precisa de um Hércules
fardado co seus mitos e excessos
precisamos mesmo é de quem beba
e fale e fale e cante e cante e grite
um grito que seja uma poesia tão absurda
que faça a loucura perder todo sentido
e ser bem mais real que os sonhos que sonhamos
antes de toda essa cidade e esse céu que cai
feito um torpedo de ânsias e azul
nos fazendo envoltos na essência
vitimal de ser e existir como o que somos agora
por isso não queremos Hércules
queremos um soco da mão mais sangrada
dentro da velocidade entre os estilhaços do tempo
Eles tentaram me institucionalizar
com horas certas e palavras comuns
eu descobri dentro da noite um mundo
onde meus versos se mostraram maiores
maiores que tudo
maiores que o sol saindo dentro de um outro sol
explodindo num varal de maio como se os dentes fossem
um adorno opcional depois do que se quer dizer
Eu gosto dos meus dentes
mas os poria a prova em prol de uma ideia
portanto rendo minha arcada a quem quiser
discordar com vigor e fúria
nosso tempo é um mundo girando
e eu só sei que até parece ciranda
se você deitar na chuva e ver o céu girar
Não tenho o charme robusto dos poetas armados de amor
dos poetas que amaram e foram amados alguma vez
carrego comigo apenas esse refrão cinza de tanto se gastar
mas é o meu refrão e esse meu caro
eles não puderam institucionalizar

Um comentário:

Anônimo disse...

Pretensioso...