Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 30 de outubro de 2011

Hungria

Eu fumo mais um cigarro e olho para o céu
espero que um dia tudo isso acabe de alguma maneira
com meus copos e amigos cheios de tudo
todos estamos muito cheios de tudo isso
com nossos copos sempre se enchendo continuamente
até a dose final eu ainda vou ver tudo isso acabar
com meus olhos mornos pesando dentro de uma visão
eu me apago dentro desse tempo estranho
com meus papeis estranhos eu calo uma voz
ninguém pode entender quem disse isso...
É um desejo incansável saber onde tudo vai dar
correr o risco e seguir um caminho só por andar
algum lugar sem saber onde é lugar algum
Com meus cigarros gastando meu tempo e a saúde
em algum bar eu vou esperar a chuva passar
o tempo e o vento dentro de uma mesma estação
sopram em algum lugar onde nossos nomes estão escritos
uma antiga arvore esta caída soube disso pelos sonhos
nunca estive realmente em um lugar bom para mim
a chuva me fez chorar por um dia inteiro noite passada
e noite passada durou uma eternidade entre meus dedos
como se o destino estivesse numa ciranda com meus dias
num longínquo circulo de lembranças eu guardo essa dor
Eu e meus amigos temos copos cheios demais para uma noite
por favor pule diante de suas mentiras e aguarde o próximo numero
estamos pensando como tudo somou esse resultado
mas ninguém sabe bem certo como chamar alguém
que já não se sabe mais se ainda é a mesma pessoa
somos uma lembrança estranha do passado atrapalhando o futuro

Nenhum comentário: