Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Andaluzia II

    vou sair para ver a rua agora
me leva embora nessa rua agora
seus olhos bem claros me invadem
me inquietam 
sua voz tão linda
me  faz  como fosse paz
como fosse apenas paz
meus olhos pequenos tão inquietos
em seus olhos expandidos na imensa luz
que o vento empurra aos meus membros
Me guie linda andaluza
linda andaluza me guie diante dos dias
dentro de seu olhar
como dentro de uma caravana
leito de luz plena canção
quero dizer seu nome e poder  entender
dizer seu nome de uma maneira  gigante
e onde os sons sejam 
como uma tarde de primavera
noite andaluza
tarde em  seus lábios
como é doce sim como é doce
me faz sonhar
me fez querer sonhar
doce instante
sua pele branca seus olhos de luz
a clarear como luz
luz que dos olhos vem
e os meus faz querer fechar um breve instante
breve instante de seus beijos
linda canção de amor
linda canção 
canção de amor
preciso de voce de novo
e novamente preciso de você
como uma onda
como o mar
quieta correnteza a me envolver
seu abraço é como um céu a beijar
estrelas e fatos
sim você me faz sonhar
linda andaluza
linda andaluza
me leve com você
como em uma canção
como essa estação como um trem sem partida ou chegada
onde eu possa seguir em você dentro das noites que ainda teremos
todas as noites desde ali
                                                                desde ali até a eternidade
todas as noites como uma repetição suave
                                                               de seu suave perfume
                                            de sua breve                                 presença de rosas
                                       você veio                                               com a primavera
                                                             primavera de estrelas
                                                                                        brilho da noite
                             com a primavera você veio
                                                                                      e eu sei quando você se for
                                                       sim eu vou junto de você...
Linda como a canção
                                 canção que antecede em beleza as canções
sua pele é suave e branca como é suave a canção
                                                                   e branca a sensação de te-la comigo
                                                                segure assim
                                                                                 nunca me solte
                                                                    venha comigo
                                                         venha sim
                                                                  e eu nunca saberei
                                                                                             como eu acho que sei agora
                                                                             me deixe assim como estou aqui
                                                        se assim é com voce
                                          e aqui for ao seu lado
então que o tempo volte ao nosso encontro
                                                    que pare ali dentro do nosso beijo
                                                                                  que o nosso beijo se anele ao infinito
                                                                instante do meu desejo
teu beijo é um sonho para os meus sentidos
                                       e teu amor o balsamo do meu destino
                                                                        desde ali eu sei
                                                                                    sim e você também soube
                                                                                                       ouvir sua voz
                                                                                     ter seu olhar
                                                          é ter a tempestade
                                      e ser o abrigo
                                                           você é linda como a palavra beleza
                                                                                      mas ainda mais linda
                                                                                             pois seu nome carrega
                                                                                   a beleza
assim eu te quero                                                                        assim eu te quero
como quem quer sempre                                                            como quem quer sempre
com uma sede de seu beijo                                                        com uma sede de seu beijo
                                             para nos unir mais que um poema
                                                 maior que a poesia
                                                 só a métrica de nossos carinhos
                                                 minha linda e minha
                                                 andaluza
                                                           como eu amo quando a noite vem
                                                           pois agora é quando eu vou ai te ver...














Um comentário:

Anônimo disse...

Canalha é o seu nome...CANALHA são os dois...