Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Sua casa

Enquanto pego o trem na volta todo um mundo passa
dentro de uma perola de imagens e perfumes
eu escrevi um bilhete no seu quarto
sinto como se tudo fosse como naquele ano
ainda existe aquela foto em sua estante
como estavamos a 4 anos atras mesmo lembra?

Parece que fabricam um perfume somente para voce
seu cheiro esta comigo agora
e eu pensando em apenas almoçar num dia frio
então voce vem ao meu encontro e diz aquilo
estou odiando a maneira como ainda amo
estou amando a maneiro como me odeiam
num prato frio de julho eu carrego um resto quieto

Sim voce me disse coisas que deveria ouvir
como um cara com seus amigos eu estava sozinho ali
por favor me diga novamente numa outra terça
por favor me diga novamente numa outra quarta
preciso ouvir novamente que alguem me ama

eu amo a menira como me ama
mas odeio ter que te amar
acho que realmente nunca te amei
acho que agora tudo me fez para te amar
lembre-se do passado moça
lembre-se que eu nunca te amei
tenha emm ente sempre aquela noite quando desapareci
e longos 30 dias depois reapareci
eu nunca te amei realmente

Por favor me diga numa terça feira qualquer
me diga numa quarta feira qualquer
essas palavras que me disse hoje
pois estou feliz como nunca estive
e eu nunca me importei em te fazer feliz
realmente eu nunca te respeitei ao ponto de te amar
mas por favor
eu amo o modo como voce me ama
mas odeio o fato de ter que corresponder esse amor.

Nenhum comentário: