Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Soneto Marinho

Hoje eu acordei de estranhos sonhos
não recordo os rostos sequer as sombras
apenas os vultos tempestivos de um deliro
apenas os cheiros empoeirando a poesia

É que na verdade acho que a verdade é outra coisa
bem parecido não é nada se comparado ao igual
é tanta coisa destinada ao nada e se cortejo o vazio
dai pronto é logo sempre um samba atravessando o ponto

Hoje acordei de todos os lugares onde passei
não sei direito se no amor ou na vida eu amei
talvez seja de deixar pra ver o sonho morrer

enquanto o mundo encanta os olhos vem o mar
e canta em si tudo que é a vida
eu não sei viver sem o mar pois pra mim navegar é poesia

Nenhum comentário: