Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 10 de setembro de 2011

Rei Davi

Hoje eu olhei o mar quieto 
como um rei cansado eu me estendi na varanda
enquanto os meus olhos escorriam dentro
de uma tormenta colossal
os anjos não podem ouvir os passos escuros de um inato solitario
recalcitrante dentro de um pavilhão de dor
qual o proximo a ser sondado
um suspiro de inspiração solta a perguntar
eu não sei muito bem por que estou aqui
eu acreditava tanto em tantas coisas
eu ja estive aqui antes de conhece-la
com meus olhos mornos de tanto se fecharem
rastejei pelos banheiros enquanto a musica seguia
ouvi passos fechados de nuvens tortuosas
e eles anunciavam meu destino
quando os planos eram ficar bem apenas por mais uma noite
algo trouxe ela
e eu apenas dei um passeio para me cercar de certezas
nunca estive correto e minhas decisões
como num pequeno jogo de cores eu apenas segui
sim talvez os dias de alegria tenham passado
começo a crer que foi apenas um delirio febril
peças quebradas se rasgam dentro do quarto
e a estrela começa outro cigarro
como num filme eu apenas ponho minhas mãos no bolso
ela deveria sorrir pois está chovendo
e essa noite eu não sei mais
ouvi a bela donzela cair nos braços de um singelo cavaleiro sem armas
e eu apenas levantei acampamento com minha harpa de magoas
rumores de guerra escapolem entre meus dedos como me esvaindo
ela nunca mais estara aqui um anjo ressoa dentro de um salmo
como então seguir se o caminho desde o principio era assim
agora eu vejo o que estva oculto e percebo que eu ocultei
eu não sei mais ter fé e a esperança com um sorriso falso partiu


Nenhum comentário: