Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Estrela

Eu sou uma orquestra cardiaca
quero gritar junto dos postes de luz
filar a luz do céu ao entardecer e correr
tenho nostalgia pelas estrelas
ali imoveis quietas num céu negro e infinito
apenas brlham sequer amam
elas apenas brilham
queria a sorte das estrelas
que discutem os seculos
que nunca amaram e no entanto brilham

eu quero ser coo a esquina que se dobra sem se curvar
abrigando em seus cantos
contos e atos obscenos e cotidianos
eu queria cantar essa canção e fazer alguem ouvir
como os trens que chegam e partem vai ver seja a vida
os versos nada dizem sem o poeta que os diga
e eu só os queria te dizer minha estrela.

Nenhum comentário: