Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 7 de maio de 2011

semente de 15 anos

Terra é o que sempre quis
Pro trabalho e moradia
Lavrador é meu ofício
Que trato com alegria
Mas terra, nenhuma tenho.
Café, laranja ou engenho
Dos outros é fantasia

Mas não sou só eu que colho
E não sou só eu que planto
Muitos sonham com o chão
Muitos lutam por um canto
Nossa vida é amarga e dura
Mas tudo isso só perdura
Por que alguns têm mais que um tanto

Se ainda existe justiça
Vivemos por seu legado
Eu já vi tantos morrendo
Sequer poder ser julgado
Se quiser um mundo melhor
Esqueça não, guarde de cor:
Lute em pé, não agachado

Digo, é sempre bom lembrar
Este abril fez quinze anos
Que por terra fez-se guerra
Mando de porcos insanos
Morreram no eldorado
Sem ter se acovardado
Por eles aqui estamos.

Ainda não temos no solo
Está firme em nossa mente
A terra é pra quem trabalha
Eis qual é nossa semente
Foi plantada em nosso peito
Levaremos em nosso leito
De morte, olhando em frente.

Nenhum comentário: