Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 18 de abril de 2011

corpo errante

Ela me ensinou algo interessante:
como ser amável e ser amante
sem ser o que sou,
sem lhe envolver na volúpia ferida
do sorriso que escondo e que restou;...
ainda resta por um instante
porque temo a solidão na vida.

Ela me amou tão intensamente!
tão palpável e tão fervente...
por meu corpo todo erra,
sem tocar na alma covarde e cinzenta
qual nuvem tensa chorosa sobre a terra...
sinto ainda seu corpo quente
e sua frieza arde lenta.

Ela me tomou, alcool e combustível
embriagou-se, entorpeceu-se no incrível
momento em que já não se desejava viva,
toquei seu seio, sua boca e cabelos...
depositou em mim uma ogiva
eu explodi longe do mundo sensível;
dei-lhe um tanto de mim, da alma e, sem saber
tirei-lhe os pesadelos..

Nenhum comentário: