Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 28 de junho de 2009

seu crivo

Se eu soubesse de fato sem saber como
dizer o que não deveria,( contudo digo)
num ímpeto de calma sorrio e domo
o amor e seus rastros que causam perigo.

Todos os trapos de seda sua engomo
aos farrapos da noite leda em seu abrigo.
a agulha de lagrimas de teu olhar retomo
costurando teus dedos, e ao pensar me intrigo:

Direi mesmo o que sei, sinto e penso
ou lebrarei apenas dos carinhos sempre vivos
que deixam indeciso, apaixonado e tenso?

Ao mesmo tempo digo sem perceber o crivo
de tantas mágoas a que me ponho propenso.
aceito a ameaça do amor ou seu temor decisivo?

Nenhum comentário: