Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sábado, 18 de abril de 2009

Bom-mocismo II

O bom-mocismo é nojento,a geração saude,açai e outras porcarias,falam de revolução,como se a revolução fosse uma das mulheres feias que conquistam com seu apanhado de frases roubadas de algum classico da literatura que leram,assim por cima,numa tradução mediocre e ruim,veneram uma corja de bunda-moles,como se fosse vantagem ser covarde ou fujão,embreagados com uma cervejinha atoa,casa,caminha e pronto,recriminam quem vive a noite,como se fosse um novo pecado,viver mais que o bastante para ser necessario algum riso,daqui a uma decada todos joviais em suas cadeiras ensebadas de universidade,com o escroto gasto de tanto terem o saco puxado por outros vermes,geração saude como eles,incapazes de ser alguma coisa alem de leitores de quem se importou realmente e correu atras do que era ação.Criticos do real e necessario,se masturbam diante da realidade,sempre escorados na advertencia dos fracos,a critica de quem não fez,mas viu,viu e não fez porque tava errado tentar mudar o que estava errado.Olha pra mim,olha um pouco vai,sou o exemplo entre as escoteiras desse verão,não bebi,só trepei com uma menina,não fui a festas de gente cabeça-feita,recriminei o aborto e marchei na passeata em memoria dos 40 anos de ditarura no Brasil,leio bons livros,assisto cinema europeu,falo uma ou duas frases em frances pra mostrar que sou descolado e inteligente demais.
O bom-moço,esse exemplar etico e sisudo daquilo que devemos combater,se perfilando entre os oradores da revolução,com seu discurso pronto e afiado,repleto de termos complicados,dentre eles o chavão complexibilidade,completo mesmo,eu vou dizer o que é,complexo e complicado mesmo é um desses branquelos de classe media,fazerem alguma menina gozar,diante de suas espinhas obvias de punheiteiros de plantão,como eu queria ter uma religião que não fosse obvia e real,minha religião não é uma observação utopica do horizonte,não tenho encantamentos sexuais por terminologias cientificas ou filosoficas,o aqui e agora ja me servem como razão e combustivel para ser o que sou,para fazer o que quero e desejo fazer,ateus cultuando mortos e velhos,só pra saberem,faz bem viver,o pedreiro não saca qual a onda que os embala nessa marola celibataria e pudica,o inverso de um valor,representa exatamente o correspondente ao que vale o que ele se contrapõe,moralistas,que tal fumarem unzinho e depois virem conversar um pouco,talvez em seus passeios por mostras de arte e cinema,tenha passado batido a frase:Seja Heroi,Seja marginal.
Pois é...O mundo é maior que uma tradução mediocre de um grande autor,e ainda maior que um apanhado de frases para impressionar garotinhas feias e com o pessimo habito de se fascinarem facilmente,a teoria pode ser a camisinha para o germe do radicalismo vulgar,mas qual a importancia de um metodo contra-ceptivo numa casa de repouso geriatrica?
Posso até ser um radical do acido,um perdido numa geração de saudaveis e sãos,contudo esses meus vicios de realidade e vida,me dão maior folego que uma punhetinha atoa,no lugar de uma dosesinha de uisque,o mundo é maior e tão grande,vale a pena viver,mas entendam vida como algo maior e mais viril que se trancar com dicionarios e tomos de uma leitura importante apenas para se pavonear.
O criterio da verdade sempre foi a pratica,e não uma defesa rebuscada de palavras enfadonhas.O que importa todos sabem,mas o importante agora é como fazer para mudar tudo,e certamente não serãos tipinhos afetados ou revolucionarios de academia que irão mudar algo.Coito anal pode até não derrubar general,mas garanto que iria ajudar bastante gente a se resolver sexualmente,coisa que tenho pra mim,resultaria na possibilidade de deserção de uma hoste de pseudo-revolucionarios bravios.Um soco na mesa é só um soco na mesa,mesmo que essa mesa seja a de um banqueiro,uma palavra é tão somente uma palavra,fale uma palavra perto de uma criança e ele repetira,mesmo sem saber o que significa,condicionamente não é uma ideia nova,e a isso podemos chamar de totalitarismo,o precursor nem tinha o ensino fundamental sabia?Chamava-se Stalin.Suas novidades,cheiram a morfo e fezes,mas tudo bem voces farão a revolução,com seus leitinhos quentes e a impressão de que nunca,nunca chegaram de ressaca num encontro pela manhã num sabado,consola dizer que suas garotas são feias e mal-amadas,consola alguma coisa,dizer que faz bem a saude se afastar do povo,pois é exatamente desse fruto que provam,o gosto doce da afetação branca da classe media.
O fetichismo no que é mais perigoso,uma especie de contra fetichismo,espero que mentes grandiosas entendam o que estou tentanto dizer,tornam a realidade sua materia de abstração,tomam tudo que esta escrito como letra de lei,quando a lei não é nada,quando deveriamos derrubar a lei,sem leis ou fronteiras,a logica do bom-mocismo é exatamente,a logica contraria da revolução,da libertação da Humanidade,comporta-se dentro de um estrito codigo de honra e moral,perai! Moral?Sim,sim,moral meus caros,bom-mocismo é moralismo puro,é a feição jovem da classe media conservadora e cristã,fantasiada de revolucionarios,stalinitos broxantes no minimo,com suas magrelezas e ignorancias tradicionalistas proprias de sua classe,pensam que prestam grande serviço a classe trabalhadora,quando na verdade apenas pevertem o objetivo.
Com uma vanguarda assim,quem precisa da burguesia para conspirar contra a classe trabalhadora?Discursos anti-isso e anti-aquilo,pos-passado,neo-novissimo,radicais e prefixos,neologismos baratos e sem rigor algum.
Me pego imaginando um trabalhador,nordestino,algre e otimista até demais,como esse trabalhador veria o mundo pregado por esse bando de gente chata?A revolução é uma festa,se não for alguma coisa esta errada,só se guarda luto quando um ente querido morre,no mais todo o resto é só comemoração,pois afinal será ali que a burguesia morrerá,agora voces geração saude,caretas aos extremo,representantes do bom-mocismo,não me venham com essa de que estamos aqui apenas pela humanidade,o trabalhador da GM,esse sim esta pela humanidade,até porque faz parte dela,agora voces com esse discurso de padreco no seminario,estão noutro lugar que não a terra,venerando os pés feios de suas musas femistas.

Nenhum comentário: