Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 8 de março de 2009

loucura íntima

Escuto algo que ninguém

e esses lábios cantam o bem

o faz

e loucura íntima também.

Ao menos controlo algo em minha existência refém

Traz-me o que sustenta teu fulgor, eterno inerte

traz-me o que isenta desta dor, a taberna inverte

o faz

loucura íntima também.

Ao menos controlo algo em minha existência refém

Exclusivo detenho sua voz, nada mais possue

nem ninguém, estes delírios a mim constitue

o faz

loucura íntima também.

Ao menos controlo algo em minha existência refém

Ao menos controlo algo em minha existência refém

Traz-me um copo de consciente amor no inverno

traz-me teu corpo leve e quente, torpor sabor inferno

o faz

loucura íntima também.

Ao menos controlo algo em minha existência refém.

Nenhum comentário: