Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 25 de janeiro de 2009

Prudente

Enquanto chove eu fumo
olho da janela e fumo apenas
bem distante daqui ela deve estar
agora como sempre nos braços de outro
e eu como um oculos num estojo
escrevo meus versos estranhos

para tanto me inclino na janela agora
olho para o campo
olho mais adiante e apenas chuva
nada aqui me deixa escapar da ideia
onde voce deve estar agora

eu tomo meu rum
e converso com um ou outro amigo
acendo outro cigarro e sigo escrevendo novamente
será que ele a ama com poemas e rosas
será que ele seria capaz de um sentimento tão absurdo por ele
não jamais
contudo eu sofro por isso
contudo eu sei que posso morrer por isso

por menos maiakovsky morreu por lila
a critica da polvora é sincera e direta
eu quero fazer uma lira com minha vertebra
para cantar seu nome com amor e saudade

enquanto chove eu fumo e penso em voce
será que algum dia o rio das minhas dores secará meu peito?

jogo de duvidas e medo
o tempo com os dados e o tabuleiro
quando o amor por fim
vai bater a porta e dizer tudo
confessar que errou ao se opor entre nós
e me fazer nisso que sou
apenas um pincel a escrever versos de amor
sobre o amor que sinto por voce.

Nenhum comentário: