Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

biografia do meu tempo

Vertendo suspiros e mastigando agonia
respiro mentiras mas não reflito a hipocrisia
espero o destrato mas me exilo no afago

ergo-me, empunho, à fitar além do horizonte
caminho sobre a névoa fétida ao redor da ponte
como andar livre, há apenas um percurso através do lago?

todo o resto é vigiado, do obscuro ao insolentemente aceito
transgredir os sorrisos aparentes que flexam o peito
e tomar o arco à mão e arrematar o céu com belas melodias

assim, ensurdecer os despresos, os cativos do ruído
com toques humanos, bailantes, poéticos despidos
observar ao parapeito, sentado o fulgor do dia

porque não dizer que não creio na fé, na esperança
viveria deste modo, senão coubesse a minha lembrança
o fato de que sou humano, ativo e infinito!

por causa do feitio da vida, das vias com pedágio
com algemas, estratagemas baseados em sufrágio
é que acorrenta-se a alma supondo viver no delito

Não há motivo algum para o temor, ou medo
sabendo o necessário também não há folguedo
digno e constante muda-se a renegada contradição

ferindo com sorrisos e curando com fogo explosivo
jorrarão os vulcões humanos, humanamente incisivos
no futuro jovem, creio será a unidade; o que digo recordação

Nenhum comentário: